Empresa Busa e FE firmam importante convênio

0
106
Empresa implantará laboratório para aulas práticas nas áreas de mecânica e de fluídos

A Fundação Educacional de Ituverava assinou segunda-feira, 27 de janeiro, convênio com a Busa Industrial e Comercial Ltda., para a implantação do Centro de Estudos de Mecânica de Fluídos, com um laboratório onde serão ministradas aulas práticas e estudos fundamentais, aplicados nas áreas de mecânica dos fluídos, para estudantes dos cursos de Engenharia Mecânica, Elétrica, Produção e Civil , além de proporcionar um local de treinamento de equipes que trabalham em Usinas de Beneficiamento de Algodão.
O investimento é da ordem de R$ 1 milhão por parte da empresa, através do convênio assinado pelo seu diretor, Luiz Carlos Rodrigues (Busa). “A mecânica dos fluídos é o segmento da Engenharia que estuda o efeito das forças em fluídos, que podem ser líquidos ou gasosos e, é a base fundamental da Hidráulica. No ano passado a FE montou um laboratório para estudos de hidráulica e pneumática, que permiti medir a potência, desempenho, rendimento de um ventilador, ar condicionado, etc.”, explica Busa. “Além de ensinar os alunos medirem a eficiência do ventilador, a pressão, perdas de carga e tudo que está relacionado a essa mecânica, que inclusive é um recurso importante para o controle ambiental, e que as indústrias vão precisar cada vez mais, o centro de estudos possibilitará que eles se familiarizarem com esse tipo de tecnologia, preparando-os para o mercado de trabalho”, enfatiza o empresário.

Equipamentos

A Busa deverá fornecer todos os equipamentos para o Projeto, como equipamentos mecânicos, elétricos, de automação e calderaria. Os computadores já foram disponibilizados e as licenças começarão a ser liberadas em breve.
De acordo com o presidente da FE, Pedro César Galassi, a Busa também doou dez máquinas para dar suporte aos programas gráficos que irão operar no laboratório. “O objetivo é que os equipamentos alcancem o nível técnico de tecnologia exigido para funcionar de forma correta e eficiente”, disse. “Graças a empresas como a Busa, que enxergam e investem no grande potencial da FE na área da engenharia, está sendo possível montar um laboratório que vai permitir aos estudantes colocar em prática a teoria aprendida em sala de aula, refletindo positivamente na sua formação”, afirma o presidente da FE.

Empresa já fez doação de equipamentos para a instituição de ensino

“Além disso, o laboratório fará com que as empresas enxerguem o potencial da FE e dos cursos oferecidos, principalmente na área de engenharia. A Busa também forneceu outros equipamentos, como aparelhos de solda, que tem contribuído para o aperfeiçoamento e formação do aluno ao longo do curso. É um investimento fundamental, tanto para os estudantes quanto para a instituição, que poderá exportar mão de obra”, enfatiza
A diretoria da FFCL, segundo Galassi, é muito cobrada a respeito das inovações tecnológicas no mercado. “É fundamental que a instituição esteja alinhada às novas tecnologias, trazendo para os cursos novos lançamentos, para estimular o nosso potencial competitivo e melhorar a qualidade de ensino oferecido”, ressalta.
“Assim como a área de agronomia, que evoluiu muito na agricultura de precisão, contando agora com recursos como a agricultura 4.0, que possibilita a interferência e conexão de softwares e sistemas digitais às máquinas, é necessário investir nas tecnologias voltadas às engenharias”, completa o presidente Pedro César Galassi.
Equipamentos
O diretor da FFCL, Antônio Luís de Antônio Luís de Oliveira (“Toca”), lembra que a Busa também doou para o laboratório, um equipamento de última geração que simula um circuito hidráulico e pneumático. “Hoje os laboratórios de engenharia da FFCL não estão em desvantagem em relação às outras instituições da região”, pondera.
“Poucos estudantes têm a oportunidade de ter contato com essa prática em faculdades, que é o grande diferencial do curso oferecido pela FFCL. O atual mercado de trabalho pede um profissional preparado, que saiba operar nas indústrias e solucionar situações reais”, completa Toca.

Parceria

O diretor-executivo da FE, Roberto Inácio Barbosa, fala sobre a importância da parceria. “O Busa, além de conselheiro e ex-aluno, é um grande colaborador da FE desde a sua criação, que sempre se empenhou para o desenvolvimento da instituição”, reconhece.
“Temos orgulho de tê-lo ao nosso lado, pois é um amigo que cresce cada vez mais como empresário e que generosamente compartilha esse crescimento, nos impulsionando. Em nome da instituição, agradeço-o por todo o apoio e, em especial, na implantação dos laboratórios”, agradece Roberto Inácio Barbosa.

Fonte: Tribuna de Ituverava

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi